Resenha #79 - Um Amor de Cinema, Victoria Van Tiem


Oi, gente! Como vocês estão? Espero que tudo certo (ou caminhando para isso :)). O livro de hoje me fez assistir a comédias românticas - já, já vocês entendem melhor, mas dá para vocês irem tendo uma ideia à partir do título. É a primeira obra que eu leio da autora, e pelo que pesquisei é a única dela publicada aqui no Brasil.

Neste irresistível romance, Kenzi Shaw, uma designer fanática por filmes, é lançada nas águas turbulentas do amor — ao estilo de Hollywood — quando seu lindo ex-namorado lhe propõe uma série de desafios relacionados a comédias românticas para reconquistar seu coração.
Que garota não gostaria de vivenciar a cena das compras de Uma linda mulher? É o desafio número dois da lista. Ou tentar fazer os passos de dança de Dirty dancing? É o número cinco. Uma lista, dez momentos românticos de filmes e várias aventuras depois, Kenzi se pergunta: ela deve se casar com o homem que sua família adora ou arriscar tudo por um amor de cinema? 

Kenzi acha que tem uma vida muito boa, afinal vai se casar com Bradley, um cara maravilhoso e que sua família ama, e tem um bom emprego, apesar de os pais não darem muito valor ao trabalho da filha como diretora artística. Ela começa a ver as coisas por outro ângulo quando Shane, seu ex da época da faculdade, retorna para sua vida.

Kenzi sempre tentou se fazer enxergar aos olhos dos pais, mas parece que ela simplesmente passa despercebida. O namorado da faculdade não era o que os pais gostariam para ela, sua ideia de montar um ateliê nunca foi bem recebida e assim por diante. Quando ela e Shane terminam e a moça vai se transformando em alguém cuja imagem os pais consideram mais apresentável, a Kenzi da faculdade aos poucos vai desaparecendo.

Mas a volta de Shane, que passou anos em Londres após o término, acende uma luz dentro de Kenzi que de pouco em pouco a lembra da ápoca em que estudaram juntos e de como ela costumava ser. Ele é o novo e muito necessário cliente da empresa em que ela trabalha e uma das condições impostas por ele para que o contrato seja assinado é que Kenzi aceite reviver com Shane algumas cenas de filmes a que eles costumavam assistir. 

Essas comédias românticas têm um papel bem especial na história, já que Kenzi se identifica bastante com as personagens femininas dos filmes, e os momentos que eles reencenam parecem trazer à tona sentimentos que pela lógica já deveriam ter deixado de existir há anos.

Sendo assim, Kenzi precisa reanalisar sua vida e pensar se a relação segura que ela mantém com Bradley é realmente o que ela quer ou se é melhor lutar para ter um pouco mais, e se ela é realmente quem tem aparentado ser nos últimos anos ou se vem apenas fingindo para se encaixar em um modelo pré-concebido.

Mas a história não para por aí! Kenzi acaba tendo algumas surpresas - que ela definitivamente não esperava - em relação a pessoas bem próximas, o que a ajuda nessa história de reanalisar a vida.

O livro todo é cheio de um humor leve, bem ao estilo chick lit, com uma protagonista cativante!

Beijos e até a próxima :) 

Comentários

Postagens mais visitadas